sábado, março 17, 2007

Literacia emocional


As pessoas falam muito sem usar quaisquer palavras…
Quando levantamos uma sobrancelha, pode significar imensas coisas diferentes.
Pode querer dizer “quero fazer sexo contigo” e também pode querer dizer “ acho que aquilo que acabaste de dizer foi muito estúpido”.

Se fecharmos a boca e respirarmos ruidosamente pelo nariz, pode significar que estamos descontraídos, ou que estamos aborrecidos, ou que estamos zangados (tudo depende da quantidade de ar que sai pelo nosso nariz, da rapidez com que ele sai, da forma da nossa boca ao fazê-lo, do modo como estamos sentados, daquilo que dissemos antes de o fazer, e de centenas de outras coisas que são demasiado complicadas para determinar em poucos segundos).
Enfim…
E o pior é que quando estamos numa conversa a dois, e se estamos em sintonia com o que o outro está a dizer, sem nos apercebermos… pufff…. Lá estamos nós a fazer exactamente os mesmos gestos que ele (o que vale é que por estar tão imbuído na conversa o outro nem se dá conta… e às vezes nem nós..).



Definitivamente…. A minha literacia emocional deve andar a rondar pelos….assim sem querer usar números bicudos, e mais coisa menos coisa na casa dos zero!!!
Vá se lá entender as emoções pelos gestos…
Era bom era!!!
Leio a realidade com os meus afectos…
Filtro o real com os meus quadros de referência….


Procuro devolver sentimentos com empatia!

Era bom ser bem sucedida! Era bom era! :)

3 comentários:

NeTeInStEiN disse...

Esta "leitura" de sentimentos ou pensamentos, não sei como é mais correcto dizer, fascina-me imenso.

A verdade é que no dia-à-dia interpretamos apanhando uma ínfima parte dos pormenores que o outro comunica, mais ou menos, consoante a nossa capacidade de percepção.

Se tiveres um fascínio por isto tal como eu, há uma coisa gira que podes fazer, há um livro brutal sobre a comunicação não-verbal que te posso sugerir...

Não irás ficar "mestre" nisto, provavelmente passado algum tempo já nem iras sentir tanta diferença, mas de certeza que da próxima vez que, por exemplo, andares num autocarro vais parar e olhar à volta e ver o que cada uma das pessoas te está a dizer.

An@ disse...

Oh minha gemea, simplesmente muitas vezes nem a olhar conseguimos ouvir o que nos fala ao coracao... é bom quando consegues falar em silencio!!

Gosto de te falar ao olhar! :) e é bom quando me falas ao coraçao com o teu sorriso, com o teu piscar o olho... abraço apertadinho, com um passeio na praia!!* ;)

*MUAH, um beijo e abraço muito apertadinho*

Maria disse...

Se quiseres sugeir o livro...
força!
:)