terça-feira, março 13, 2007

Parque verde


Coimbra estava a adormecer com as luzes que começavam a acordar! Apetecia-me ficar ali ... sem contar o tempo ... sem sentir o frio ... sem pensar!


O rio ouviu, sentiu, tremeu, guardou... tudo o que ali veio soar pelo vento e pela sinceridade!!


O que seria um passeio tornou-se num sentar confortável sobre a sintonia e à vontade!!



O final... risos de uma "desorientada" com "tudo à frente dos olhos"! Foi divertido!

Não andei sozinha, não me senti com medo... confortei-me!!


"caminhar lado a lado, sempre"

"vou estar quando partires e quando chegares"

obrigada :)

1 comentário:

Antonio Valerio, sj disse...

Oh amiguita! =) Há tanto tempo que não te-me comentamos! Mas venho cá muitas vezes! É sempre bom passear contigo, com o teu sonho e a tua vontade de dar. Trazes poesia... Desorientada, mas com a certeza de ir lado a lado. Lindo! Beijinho mt grande.