domingo, julho 15, 2007

Automatismos

A propósito do andar de bicicleta:

“ (…) Aprendemos a fazer ajustes automáticos com as nossas mãos e corpo para mantermos o nosso centro de gravidade sobre as rodas. A maioria de nós não sabe descrever as regras que governam a nossa conduta. Por exemplo, o que achamos que devemos fazer se estamos prestes a cair para o lado direito quando estamos montados na bicicleta?

Muitos ciclistas diriam que compensam o movimento girando o corpo para a esquerda. Mas isto não está correcto: o que realmente fazem é girar o guiador para a direita.
Se movessem o corpo para o lado esquerdo, de facto cairiam mais depressa, porque isso forçaria a bicicleta ainda mais para o lado direito.

O essencial é que, apesar de terem aprendido a fazer movimentos adequados…, não são necessariamente capazes de descrever verbalmente em que consistem esses movimentos”

Neil R. Carlson

Nunca fui grande coisa a andar de bicicleta!
Neste momento ando à procura de equilíbrio :)
Não quero descrever aquilo que faço ou fazê-lo com extrema consciência mas ainda assim quero fazer bem…
Nem que seja automaticamente!

3 comentários:

Cláudia disse...

Por vezes passamos um tempo imenso sem andar de bicicleta, quando o voltamos a fazer sentamo-nos em cima dela e sentimo-nos um pouco desajeitados – em desequilíbrio – mas é tudo uma questão de nos recordarmos como é fácil....como na verdade até sabemos bem e até temos um certo jeito!
Por vezes o que é falta começar a andar e deixar de pensar no que é necessário fazer para pedalar.
Com ou sem bicicletas...tenho a certeza que sabes fazer bem!

pedro disse...

Andar de bicicleta é como respirar: a partir do momento em que aprendemos torna-se impossível de "desaprender". Mesmo que muitas vezes custe, mesmo que o esforço seja grande, continua lá o saber... E quando parece esquecido, o desequilíbrio provocado pela falta de lembrança, volta a compensar e a equilibrar tudo de novo. Porque na Natureza, como disse Lavoisier: "nada se ganha, nada se perde; tudo se transforma..."

Fica bem =)

An@ disse...

"Sai de ti" CONFIA!!

Sabes tão bem como eu que nunca te esqueceste do que e como é pedalar! Reconheces a bicicleta à distância e sabes cuidar todos os passos que tens que fazer para que a roda "rode" e te mantenhas de pé.

"Decidi arriscar sem conhecer"

* :) *