quarta-feira, outubro 18, 2006

... «Levaste-me ao céu, sim, mas deixaste-me lá ficar»


« O tempo tem uma medida estranha quando os momentos são importantes e especiais. Tudo podia ter sido diferente, se o tempo ou lugar fossem outros. São os fragmentos, juntos, que fazem as grandes histórias, os grandes sentimentos. (...)
Quero estar lá quando te apetecer chorar e não souberes porquê. Quando algo correr mal e precisares de te apoiar um segundo, a correr. Quando não souberes o que fazer. Quando te sentires sozinho, mesmo no meio de gente. Quero que contes comigo. Sempre. Nem que seja para te escutar e nada dizer. Ou apenas para murmurar "Boa noite.", ouvir a tua voz e saber o que te vai na alma. (...)
Fechava os olhos e deixava-me estar ali, (...) guardando aquela memória como se pudesse ser eterna. (...) No pulsar de cada momento, de cada olhar, de cada beijo, ao pousar de cada voo, descobri o que nunca tinha sabido sentir. (...) E foi num abrir e fechar de olhos, num abraço, que me dei conta do que mais sentia. (...) Ter sempre muito mais para dar também. (...)

Provei a mim própria que tudo isto podia existir e que, na vida, por vezes, perdemos oportunidades de sermos felizes, com medo de arriscar, com medo de sofrer, com o medo de sermos julgados. (...) »


Rita Matos, in Amar Demais


Um (excerto de um) texto que fala de sentimentos, de momentos, do crescer "daquele sentimento" que, algumas vezes, pode "levar-nos ao céu, sim, mas deixar-nos lá ficar".

3 comentários:

Gabi disse...

"Quando te sentires sozinho, mesmo no meio de gente,(...)Fechava os olhos e deixava-me estar ali,(...) guardando aquela memória como se pudesse ser eterna"
Quando li estes bocadinhos do texto fez-me lembrar muito o meu dia-a-dia: rodeada dos colegas da escola "barulhentos e inquietos", fecho um bocadito os olhos no meu cantinho e relembro todos "aqueles dias" que passaram a correr antes de ires, mas que se aproveitou cada minuto como se nao houvesse amanha;P Que saudades...*gmdt,paixao:)

Advocat disse...

Reza para que o fufu não leia esse título...
:P
***

alexandra disse...

Se um dia precisares de um ombro amigo, ou quando todas as portas estiverem fechadas quero que saibas que estarei sp presente para o que der e vier porque pessoas únicas como tu não existem muitas, mostra o teu tesouro...